Chegaram os dias Dourados!

gold-1-oz-gold-britannia-2019

Caríssimos, sem mais demoras, quero partilhar convosco o meu tamanho entusiasmo após X ter adquirido o seu primeiro pedaço de ouro físico.

X adoptou uma moeda de ouro. Chama-se Britannia e nasceu com uma beleza reluzente  a pesar uma onça, ou seja 31.21 gramas, em que 31.103 dessas gramas são ouro puro, 24 quilates, 99.9% puro. Perdoem o “pai” X babado, mas digam lá que não é uma beleza?!

Britannia nasceu, fruto de um amor já antigo. O amor de X pelo ouro.

Este amor não é novo, e os leitores mais atentos certamente já estavam a par, dados os relatos deste namoro de longa data relatado nos balanços mensais que X partilha desde Agosto.

Como sabem, X esperava (e ainda espera) que o ouro estivesse numa fase ascendente derivado a um conjunto de situações de que falarei a baixo. Infelizmente, por diversas razoes que partilhei convosco no passado, X acabou por investir (em euros) neste produto em meados de Outubro de 2018, não através de um EFT devido algumas exigências do seu broker (Banco Invest), não através de ouro físico (que pouco ou nada era considerado na altura) mas através de um fundo de investimento, que investe em empresas exploradoras e transformadoras de ouro. Deste então, a tendência do ouro, de acordo com as expectativas de X, tem sido ascendente. Já em 2019, no inicio de Janeiro e através do desafio que X tem com o seu comparsa W: SMC 2019, X investiu cerca de 30% do seu plafond (agora com um melhor broker: DEGIRO) num ETF que segue o preço do ouro. Mas X ainda não estava satisfeito, ate porque tinha em mente acabar o ano de 2019 com 5000€ investidos em ouro (e outros 5000€ investidos em crypto moedas), objectivos ambiciosos de mais, caso X queira preservar os seus outros activos, ter comida na mesa e viver um bocadinho. 🙂

Ainda assim a ambição esta presente!

Durante os últimos 4 anos, X tem poupado regular e religiosamente todos os meses, com a ambição de ter uma quantia de cash disponível no inicio de cada ano, para investir e para investir (leia-se viajar). 2018 foi a excepção, com duas baldas: uma devido a um investimento falhado de que já vos falei, e a despesas inesperadas de caracter pessoal. Desta forma o montante disponível este ano não é tão grande como X gostaria. Adicionalmente, X tem uma grande viagem planeada em meados de 2020, o faz com que o montante disponível para investimento ainda seja mais reduzido.

Vamos a números!

X adora números, creio que os leitores também, por isso, vamos a eles! X tem tinha cerca de £2000 disponiveis para investir este ano ⇒ MISÉRIA!

Queixumes e misérias à parte, X tem um pequeno montante e ambição de investir em mil e um produtos diferentes, desde o regresso ao imobiliario, ao reforço dos empréstimos P2P, à iniciação às crypto moedas e obviamente ao ouro. Portanto há que fazer escolhas.

As duas primeiras já tem um valor substancial na carteira de X; a terceira X ainda não se sente à vontade para avançar para a mesma; sobrando a quarta, o ouro.

Vocês – Ok, óptimo, estamos decididos, vamos então investir £2000 em ouro!

X – Nop!

gold_720-1-770x433

Os factos:

  1. X possivelmente não terá muito mais cash disponível para investir durante o resto do ano, e oportunidade de investimento podem surgir durante este ano. De forma a ser importante ter algum cash disponível para as aproveitar. As crypto moedas ainda fazem parte dos planos de investimentos de X para 2019, e X precisa de cash para tal.
  2. O ouro, face ao dólar, subiu 9,27% nos últimos 5 meses, desde o seu mínimo do ultimo ano, a 13 de Agosto, a 1175.25 USD/oz até hoje (22/01/19) a 1284.17 USD/oz. Cerca de 7% nos últimos 4 meses e cerca de 2% no ultimo mês.
  3. A libra esta extremamente fraca, inflacionando muito o ouro em relação à mesma, e dada a incerteza do brexit, creio não ser a melhor altura para investir em ouro, com libras.
  4. As taxas de juro da FED (reserva federal americana) tem aumentado nos últimos meses, colocando pressão descendente sob o preço do ouro, ainda assim este tem mantido uma tendência ascendente, devido à instabilidade dos mercados, aumentando a procura dos investidores por activos mais estáveis. Ultimamente, o presidente da FED, Jerome Powell tem vindo a dar sinais de que estará disposto a abrandar o aumento das taxas de juros, o que dará mais força ao ouro.

Contra o investimento em ouro, temos pouco cash para investir, uma subida já muito acentuada nos últimos 5 meses, com uma desaceleração no ultimo mês, um presidente da FED inclinado a subir as taxas de juro (apesar de a um ritmos mais lento, do que inicialmente anunciou) e especialmente uma libra MUITO fraca.

Como pontos positivos, temos o portfolio de X com uma exposição pequena ao ouro e uma tendência do preço do ouro ascendente, com uma conjectura economia mundial algo volátil que devera pressionar o ouro a valorizar.

Vocês – Estamos indecisos… o que vais fazer X?

X – Definitivamente vou avançar com a compra de ouro, mas definitivamente que não serão os 2000€. Todavia, estou algo reticente em quanto…

Vocês –  E quais são as opções?

23976_2_EL

X explica…

Em geral, quanto maior for o “pedaço” de ouro, mais barato será. e as opções, rapidamente se reduziram a apenas duas: 50g de ouro, em barra, a cerca de £1700, ou 1 onca (moeda/barra) a cerca de £1000.

Neste ponto X estava muito indeciso entre um investimento mais modesto, na esperança  (leia-se ganancia) de o reforçar, com a chegada de melhores dias e o medo de perder o comboio que poderia levar o ouro a grandes ganhos.

(Verdade seja dita, investimento feito, mas esta indecisão ainda se encontra presente. A velha batalha das verdadeiras forcas que movem os mercados: a ganancia e o medo.)

A decisão caiu para o lado da onça, pelo simples facto de se calculássemos o preço de um e outro produto, o preco por grama saia cerca de 2 libras por grama mais barato na compra da onca versus a compra dos 50 gramas. Neste sentido estava decidido. Restava a escolha entre Moeda ou Barra. Se bem que dentro de cada uma destas opções temos mil e uma escolhas:

  1. Barras – em segunda mão, seladas, diferentes marca, tudo com diferentes preços.
  2. Moedas – mil e uma moedas diferentes, diferentes anos, cunhagens limitadas, etc

A quantidade estava definida: 1 onca e o factor principal para X era o preço na óptica de investidor, tendo a opção de uma barra em segunda mão a £1038 (ou nova sem marca especifica a £1041), uma moeda à escolha do vendedor a £1037, uma Britannia (cunhagem inglesa) à escolha do vendedor a £1039 e uma Britannia de 2019 a £1049.

Como celebração em memoria do primeiro investimento em ouro, X gostaria de uma moeda cunhada em Inglaterra em 2019. Todavia, falando em investimentos, estas cerca de £10 extra não fariam muito sentido. Todavia mais £1 ou £2 nao fazem diferença, e sempre estava garantida a cunhagem inglesa., de maneira a que X acabou por adquirir a Britannia à escolha do vendedor por £1039.

Encerro entao a historia de como a bela Britannia, que por sorte chegou completamente nova, com o ano 2019 cunhado surgiu na vida de X.

Espero que tenham gostado da historia.

Bons investimentos,

X

 

P.S. – Esperemos que seja a primeira de muitas! 😀

Publicado por

Senhor X

Mais uma pessoa aleatória a tentar vingar na vida, ambicionando a independência financeira o quanto antes!

2 opiniões sobre “Chegaram os dias Dourados!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s