O primeiro passo – Road Map #1

A semana passada escrevi um post em jeito de empurrãozinho e recebi feedback muito positivo!

Mais ainda, tive pedidos para aprofundar mais o tema. Pois bem! Não esperem mais!

Nos próximos parágrafos dar-vos-ei exemplos e dicas muito específicas para começarem a mudar a vossa vida meus caros!

Começo com um disclaimer: Não pretendo vender a banha da cobra, não me considero nenhum guru e poderá ser mais fácil, dependendo do vosso envolvimento, uma abordagem diferente.

A minha abordagem de como começar a mudar o meu estilo de vida demorou algum tempo, devo dizer. Não tinha ninguém a acompanhar-me, não tinha ideia do que podia fazer, não tinha disciplina, nem sabia quanto é que gastava por mês em coisas inúteis! Aliás, nem sabia que eram coisas inúteis!

Tudo o que comprava era essencial. “Preciso disto! Preciso daquilo. Claramente que não posso viver sem esta coisa que já nem sei o que era!” Resultado desta vida:

Olhei para a minha conta e para a minha carteira, fiz as contas e tinha em meu nome 7€ e uns poucos cêntimos.

Isto foi um choque! Estava a pouco mais de meio do mês, com um quarto para pagar e a trabalhar part-time…

Escusado será dizer, que no fim de semana seguinte trouxe o máximo de comida que pude da casa da mãe e atestei o frigorífico com tupperwares.

Com esta situação despertei para um problema bastante corrente, andar a gastar mais do que se ganha! Parece facilmente evitável, parece lógico, parece óbvio, mas para a maioria de nós não é. Tenho falado com várias pessoas sobre isto, desde os 24 aos 40 anos e só oiço as pessoas a dizer que não conseguem juntar dinheiro. Acreditem que se sentem isto, não estão sozinhos.

E como é que dei a volta a isto?

Como disse acima, não tive acompanhamento externo, não conhecia ninguém que estava a passar por isto na altura, e acima de tudo, falar de dinheiro era (e ainda é) tabu. As pessoas falam mais facilmente e abertamente de sexo do que de dinheiro e sem dinheiro não se vive. Pois bem, a minha mudança começou muito de forma rudimentar: Ia olhando para o saldo da conta, e ia fazendo contas do que é que precisava para chegar ao fim do mês, de cabeça. As finanças melhoram no sentido em que chegava ao fim do mês e no dia de receber tinha na conta entre 10 e 20€ de saldo todos os meses. Ok, não foi uma enorme mudança, mas ao menos não ficava descapitalizado a meio do mês. Provavelmente a maior mudança foi as saídas, os jantares fora e os snacks que levava para casa quase diariamente.

Se este é o vosso caso, nada temam, reflictam sobre os excessos!

Não sou defensor de abolir tudo da nossa vida só para não gastar dinheiro, mas gosto de pregar que se deve reduzir para o que realmente gostamos e queremos. Se calhar em vez de ir comer a um tasco qualquer todas as semanas, vão a um restaurante com muito boa comida e ambiente uma vez por mês. É provável que gastem menos dinheiro e se sintam mais satisfeitos com a vossa experiência gastronómica.

É tudo muito bonito e tal, e isto parece “mindfullness” e não sei quê. E ferramentas?

Estou precisamente a chegar lá meus caros! Foram precisos 3 (!) anos para me lembrar que seria bom guardar os talões das despesas que fazia e chegar ao fim do mês e somar tudo por categorias num excel mal amanhado. Demorou mais 1 ano e pouco para pensar em fazer uma espécie de orçamento para o mês seguinte e demorou mais 2 anos para chegar a este ponto em que tenho um excel com o orçamento para o ano de 2019 e sempre que gasto alguma coisa ponho no mesmo excel para ver o andamento em relação ao que pretendo gastar em cada coisa.

Dito isto, gostaria de partilhar com vocês, caros leitores, o meu modelo de orçamentação e monitorização de despesas (como nunca ninguém fez comigo) *wink wink*. Este excel (Budget and tracking V2.0_2020) pode ser feito no google sheets, que pode ser acedido por smartphone, é grátis, e fácil de usar.

TNB

A ideia por detrás disto é conseguir encaixar as vossas despesas ou “saídas do bolso” naquilo que vocês ganham ou têm como “entradas no bolso”. Numa primeira fase aconselho a “apenas” colocar todas as vossas despesas, e quando digo todas, é mesmo TODAS! Sai um cêntimo da vossa conta, da vossa carteira, do vosso porta-moedas, registem e metam numa categoria da vossa escolha. TODAS!

Como disse no post anterior, vão ficar assustados!

Este é sem dúvida o vosso mais importante primeiro passo. Tornem esta acção um hábito saudável e incorporem isto no vosso dia-a-dia. Não será fácil! Provavelmente vão sentir-se desencorajados ao fim de 3 ou 4 meses. Nessa altura lembrem-se de uma coisa muito importante:

As coisas que valem a pena dão trabalho, e se tiverem dispostos a fazer mais que a maioria, terão melhores resultados que a maioria.

Este primeiro passo tem uma razão de ser. Se não souberem onde gastam, não sabem onde cortar e onde repensar as vossas prioridades. No fim dos primeiros tempos de fazerem o vosso “tracking” comecem por analisar a categoria onde gastam mais e vejam se é possível reduzir de alguma maneira (sejam honestos) e repitam para a segunda maior categoria, e terceira, e por aí fora.

Parabéns! Chegaram ao fim da vossa primeira lição. Para a semana pretendo falar-vos de como fazer o orçamento e em que pensar e considerar para fazer o orçamento mensal (o anual ficará para depois).

Para terminar este assunto, deixo só uma alternativa (entre muitas!) que pessoalmente não utilizo mas que para os maiores amantes de apps, pode ajudar na tarefa do tracking:

Money Manager (Android / para iOS não existe a mesma versão simplificada mas tem esta) é simples e intuitivo e leve para o telemóvel para quem tem espaço mais limitado de memória.

Boa sorte no início, ou continuação deste vosso caminho! Voltarei!

Até lá,

Z

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s