As moedas do futuro

Venho mais uma vez falar-vos, damas e cavalheiros, sobre algo que desconheço por completo. Embora seja um assunto que está presente em todo o lado ainda pouco sei sobre ele apesar de estar a informar-me e a investigar cada vez mais. Venho falar novamente das cryptocurrencies. Estamos a meu ver numa altura crítica que pode mudar o rumo de todo o nosso futuro financeiro.

Vamos ver se concordam comigo…

No post que vos escrevi sobre a libra, falei-vos da grande controvérsia que isso estaria a trazer para a sociedade e os problemas que isso acarretava. Com o passar do tempo, e umas quantas leituras depois, refleti um pouco sobre o impacto que algo desse género pode causar na sociedade tal como a conhecemos.

Todos nós conhecemos o conceito de bancos e de contas bancárias, certo?! Eu sei bem que conheço e, se vocês nos acompanham há algum tempo, sabem o quanto eu sou contra essas instituições. Para resumir o papel dos bancos podemos que dizer que eles guardam o nosso dinheiro, cobram-nos por isso, cobram-nos por enviar para lá dinheiro, cobram por “gerir a nossa conta”, cobram-nos por enviar o nosso dinheiro para outra conta, cobram-nos………vocês percebem a ideia.

Estas entidades fazem-se pagar e muito bem sobre todo e qualquer movimento de cada umas das nossas contas. “Sim, mas o nosso dinheiro está a salvo e pagamos pela segurança também, certo W?!” Errado, caríssimos! Lembrem do que aconteceu já a imensas famílias que viram o seu dinheiro desaparecer, ninguém sabendo bem para onde.

Em jeito de aparte!

Esta minha indignação toda com os bancos em geral vem do facto de todos terem acesso ao nosso dinheiro com uma facilidade impressionante. A mim aconteceu-me esta semana, como estou certo que já vos aconteceu também, uma empresa dar uma ordem de débito directo ao meu banco, o dinheiro sair e eu nem sequer ter assinado nenhum papel a dar autorização para tal. Como penso que seja do conhecimento geral, o dinheiro no banco é primeiramente de toda a gente antes de ser nosso!

people-grabbing-money-from-businessman-mid-section-close-up-2.jpg

Continuando…

Se pensarmos bem naquilo que nos custa a ganhar o ordenado, o controlo de tal dinheiro deveria ser feito por nós e por mais ninguém. Para que é que pago um gestor de conta se depois eu é que ainda tenho de ligar para o banco a perguntar o porquê do meu dinheiro ter sido retirado sem o meu consentimento?! Este conceito dos bancos está ultrapassado…

Dita a historia que os primeiros bancos, tal como os conhecemos, foram criados no início do século 16 em Itália tendo-se propagado pela Europa nos seguintes séculos. Ora bem, será que desde esse tempo não conseguimos evoluir nada? Será que não chega de pagarmos pela (in)segurança dos bancos convencionais? Aí entram as cryptocurrencies.

As cryptocurrencies (de agora em diante irei referi-las como CC) funcionam numa base de sistema descentralizado em que cada um é responsável pela sua própria carteira e suas transações. Este, a meu ver, é o grande passo que as CC irão dar na nossa sociedade. Claro que não haver problemas de câmbio nas transações é ótimo e não ter de pagar comissões também seria uma grande vantagem. Mas pensemos um pouco nas repercussões que isso traria para a sociedade atual.

Pensem por exemplo numa sociedade que seria financeiramente igual naquilo que a pagamentos e recebimentos diz respeito. Não termos de passar por bancos, não precisarmos de intermediários, como o TransferWise por exemplo, e não sermos “vigiados” por ninguém. É dessa ideia que surgiram as CC.

Claro que isso iria afectar o mundo e o sistema financeiro dito “tradicional” que conhecemos desde o tempo dos nossos antepassados. Tudo, mas tudo, seria diferente! Desde o pagamento de uma pastilha elástica no café da D. Ernestina até à compra de um prédio de apartamentos. A nossa sociedade iria sofrer mudanças radicais e eu não sei se estamos ainda preparados para isso.

O advogado do diabo!

Claro que no meio disto tudo tenho de ter em atenção também o interesse das pessoas. Sendo esta uma área tão pouco regulamentada ainda muitas dúvidas se levantam também. Quem não nos diz que fazendo uma transação de Bitcoin ou Ethereum não pode haver uma pessoa que nos esteja na realidade a defraudar ficando apenas com o nosso dinheiro sem deixar rasto?

Percebo que para quem entenda de computadores se calhar estou a dizer uma parvoíce, mas acreditem que haverá muita gente a perguntar o mesmo que eu. Além disso onde é que poderíamos gastar as nossas Bitcoins? Dá para chegar ao pé da D. Ernestina, pedir uma bica e um pastel de nata e dizer “Quantas Ethereum lhe devo”? A resposta a isso é não, caríssimos. Pelo menos por agora não estamos, como sociedade, prontos para uma revolução dessa magnitude.

web_paying-for-coffee-with-cellphone

Como perspectiva de investimento!

Aqui sim, reside, para mim, a melhor parte das CC neste momento. Uma das coisas fascinantes das CC é que o mercado funciona extraordinariamente mais rápido que o mercado bolsista. Cabe a cada um de nós avaliar se isso joga a nosso favor ou se por outro lado pode levar-nos a grande perdas.

Eu penso que como investimento agora é uma altura crucial. Se realmente o projecto do Facebook for para a frente pode impulsionar a evolução das CC imenso. Se por outro aquilo não resultar ainda assim poderá trazer bastantes curiosos ao mundo das CC e isso traduz-se numa explosão gigante de mercado.

Em suma, é da minha sincera opinião que estamos a passar por tempos absolutamente históricos. Quer se queira quer não este novo sistema financeiro não irá desaparecer e se ganhar força poderá, de facto, mudar o rumo da história da humanidade. Pessoalmente só espero conseguir reunir informação suficiente para fazer um investimento ponderado na altura certa. Se irá mudar a sociedade moderna…..depois pergunto aos meus filhos quando eles nascerem e tiverem 50 anos!

Até lá, vamos ficando com algumas noções  financeiras e, se assim o desejarem, as vossas opiniões na nossa página do Facebook. Deixem o vosso apoio ao nosso blog dando um like e seguindo o nosso blog para novos conteúdos todas as semanas.

Um forte bem haja,

Mr.W

Um pensamento em “As moedas do futuro”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s