Porquê Investir? – Road Map #4

Grande pergunta!

E creio que depois do que tenho para vos mostrar a resposta será ainda mais surpreendente! Sigam daí que vos vou mostrar porque é que investir é uma boa, não, ótima, não, EXCELENTE ideia!

Já falamos de mudar o estilo de vida, já falamos de fazer orçamentos, já falamos de poupança… Eis que chega a altura, o inicio da parte que todos nós esperamos:

Chegou a hora de Investir!

Mas(!) antes de aprofundar este tema e de vos aconselhar a ver todos os artigos dos meus caríssimos irmãos de armas W e X, vou explorar convosco a razão de investir, o que nos leva a escrever e pesquisar sobre o assunto e a querer trazer-vos estes textos (lindíssimos) semana após semana.

Não vou ser demasiado técnico, ou pelo menos vou tentar que a coisa seja bem perceptível. O que vos tenho para falar é algo matemático mas não é exaustivo!

Pois bem. Toda a gente quer mais dinheiro, toda a gente quer poder chegar ao fim do mês e poder ter uns trocos a mais para um miminho, para um jantarzinho num sitio porreiro em boa companhia. Há também quem queira um luxo, uma vida desafogada e poder fazer aquela viagem. Há quem queira ainda poder chegar a uma fase da sua vida e deixar de se preocupar com o ordenado e poder fazer escolhas em que o dinheiro não pese nas nessas escolhas sobre o que fazer das nossas vidas.

Caso não tenham ainda percebido e alisto-me no último caso!

Não preciso de luxos (mas gosto de viajar) e quero chegar a uma certa idade e não ter um emprego/trabalho que não me satisfaz só porque paga bem. Tenho trabalhado, juntamente com os meus colegas, para que isso efectivamente aconteça um dia.

Ao longo desta minha busca por este patamar de vida, tenho me apercebido de que é possível de uma forma ou de outra para um pequeno investidor obter um retorno de 7% ao ano sobre o seu dinheiro aplicado.

Num dos próximos artigos poderei falar como, se quiserem, deixem um comentário! *wink wink*

Tendo isto em consideração e tendo algumas bases matemáticas na minha vida, comecei a fazer umas contas. Provavelmente já ouviram falar de juros compostos, não? Pelo menos juros já, não?! Muito rapidamente: Juros, neste contexto, é uma retribuição monetária pela utilização do vosso dinheiro. Juros compostos e a acumulação desses juros ao longo de um certo período de tempo em que se utiliza esses mesmos juros para receber mais juros! Ufa!

Curto e grosso: É receber dinheiro em estilo bola de neve.

É investir para ganhar dinheiro e investir o dinheiro ganho, outra vez e outra vez e outra vez.

giphy

Vamos ser práticos. Imaginem terem 100 euros para investir em algo que vos dá 7% ao fim de um ano, isso significa que ao fim de um ano têm no vosso “bolso” 107 euros! Porreiro não é?! E não fizeram grande esforço e fizeram-no enquanto estavam a dormir!

No segundo ano a coisa fica mais interessante: pegam nos 107 euros e volta a dar 7%. Acontece que em vez de ganhar 7 euros, desta feita, ganham 7,49 euros. Um cafezinho a mais!

Seguindo a mesma lógica ao fim de 10 anos, com 100 euros aplicados e reinvestido tudo com um retorno médio de 7%, ficam com 196,72 euros!

Em 10 anos praticamente que duplicam o vosso dinheiro sem grande esforço!

Agora pensem em 1000 euros, 10.000 euros, 100.000 euros, etc, e pensem em 20 ou 30 anos. Imaginem as possibilidades disto! Não parece ótimo?!

É de facto algo possível e é algo que está ao alcance de cada um de nós. Basta terem a disciplina de terem o dinheiro disponível seja por poupança, por terem um grande ordenado, por terem heranças, ganharem o euromilhões, o que seja. A realidade é que é bem possível para qualquer um de vós que me lê neste momento de PELO MENOS, sem um esforço muito grande, chegar à idade da reforma e não precisar da reforma do estado para nada (todo o dinheiro é bem-vindo!).

Mas! Há sempre um mas… Para uma estratégia destas a longo prazo, é preciso paciência, consistência e “tomar conta do vosso negócio”, ou seja, convém irem verificando se a vossa estratégia ou o vosso foco de investimento continua a fazer sentido e se o vosso dinheiro não fica mais bem aplicado noutros produtos.

Mas isso fica para um próximo artigo.

Para já espero que vos tenha dado ainda mais razões para pouparem, fazerem boas escolhas e ficado atentos para esta temática que muitos ignoram.

Não se esqueçam de nos seguir nas nossas redes sociais, nomeadamente no Facebook. Deixem um gosto na página e um comentário amigo! Ajuda sempre a perceber se o que estamos a fazer vos faz sentido!

Para a semana estou de volta.

Até lá,

Z

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s