Riscos ao virar da Esquina – Road Map #6

Na semana passada dei alguns exemplos de como podem começar a investir. Mas antes de entrar em detalhes de cada um desses exemplos e fazer uma review de cada plataforma/ideia, vou vos falar de alguns cuidados a ter com investimento no geral!

Ficaram curiosos? Venham daí!

Investir é giro. Investir é viciante. A partir de um certo tempo a investir, torna-se algo que antecipamos, algo que pensamos quase numa base diária. Se estivermos então muito motivados em chegar a ponto das nossas vidas em que dinheiro não influencia as nossas decisões, o mais rapidamente possível, então vamos começar a pensar em cada cêntimo como um bloco que constrói esse futuro que tanto queremos. Eu que o diga.

Tomar as melhores decisões para investir passa, muitas vezes, por investigar um pouco, ver os riscos, ver as desvantagens de certa aplicação, passa por ser o pessimista e refrear a ganância. É, portanto, um passo importante analisar os problemas, a parte menos boa do investimento que estamos a namorar, e após esta análise de risco avançar.

Análise de risco é fundamental para investimentos bem sucedidos!

Creio que seria útil um dia explorar cada uma das hipóteses apresentada no post da semana passada em maior detalhe, mas para já vou-vos falar dos riscos que, na minha opinião e experiência, têm de estar alerta e atentos(as).

Investir em algo que não se conhece ou percebe. Aqui acho que é a base de todo o investimento. Podem brincar com 100€ a comprar cryptomoedas, podem até comprar 2 acções da coca-cola, ou mesmo meter esses mesmos 100€ na Mintos.com e está tudo bem se o dinheiro não vos fizer falta. Mas para investir uma fatia maior do vosso dinheiro é necessário perceberem o que estão a fazer. Nem que seja conhecer a plataforma, os problemas e limitações da mesma e em que medida podem recuperar o vosso dinheiro caso queiram que ele volte para o vosso bolso, etc.

E por falar nisso, Investir em algo que retenha o vosso dinheiro por muito tempo, sem possibilidade de ser resgatado pode ser um problema caso queiram liquidez, ou seja, caso queiram ter acesso ao vosso dinheiro sempre que desejam. De uma forma geral é possível retirar o vosso dinheiro de todos os vossos investimentos numa questão de dias, mas este tipo de extracção pode deixar marcas. Podem cortar nos vossos retornos (PPR’s e depósitos), pode ser a um valor mais baixo (na venda de acções dependem do valor que essas acções tenham no momento da venda) e outro tipo de cortes que podem não valer muito a pena e ser desaconselhável a quem quer ter o dinheiro sempre disponível. Em suma, verifiquem sempre a estratégia de saída do investimento.

Conhecer a volatilidade dos vossos investimentos! Informem-se se o vosso dinheiro pode perder valor, quão comum isso é e qual a velocidade que isso pode acontecer. Caso a resposta vos assuste e não estejam confortáveis com o risco: NÃO INVISTAM!

Taxas, comissões e preçários escondidos são outra forma que os vossos investimentos possam não ser tão lindinhos como pensam. antes de utilizarem os serviços de investimento de alguma empresa, plataforma, ou facilitador de compra de bens mobiliários, vejam o preçario. A sério, vejam o maldito preçario. Um exemplo que me deparei muitas vezes foi com as comissões de compra e venda de acções. No início das minhas brincadeiras em bolsa, via uma subida de 5% e ficava todo radiante ao ponto de vender (tolice! #facepalm) e invariavelmente acabava por ganhar ZERO porque as comissões e imposto de selo comiam o meu lucro(zinho). Mais tarde passei a criar um Excel que já fazia as contas de comissões e impostos de selo para que soubesse quando vender as acções para tirar algum dinheiro. Outro exemplo é do meu caro X que viu um corte jeitoso nos ganhos. Aprendemos todos.

Finalmente, ninguém pode esquecer dos terríveis impostos. Pois é, como todo o cidadão de bem, temos de ter cuidado com os impostos e temos de ter (no mínimo) uma ideia dos impostos a que os nossos ganhos estão sujeitos. Já paguei impostos sobre mais valias de vendas de acções e para ganhos pequenos torna-se algo frustrante. As mais valias de bens mobiliários em Portugal podem ser taxadas à taxa liberatória de 28%, ou se preferirem serem enquadrados no vosso rendimento anual. O que significa que se tiverem um rendimento anual em que o vosso IRS tenha uma taxa inferior a 28%, por favor englobem os vossos ganhos. Em relação ao Ouro, tudo ok porque está isento de impostos. Cryptomoedas, não estão regulamentadas e se usam plataformas de trading e afins, temos uma zona cinzenta esquisita que quero analizar melhor num futuro próximo. Por último na Raize, por exemplo, eles estão regulados e os vossos ganhos são tributados automaticamente à taxa liberatória por defeito.

Se chegaram a este ponto do texto e ainda têm vontade de investir, PARABÉNS!

É esse o espírito que é necessário! Devo dizer que mesmo com estes riscos, é perfeitamente possível obter retornos decentes e cada vez maiores ao longo da vossa vida. Ser investidor não acontece de um dia para o outro e requer algum trabalho de aprendizagem, mas com o ganho do vosso primeiro cêntimo, e dos seguintes milhares de cêntimos, vão certamente estar no caminho certo.

Espero que vos tenha sido útil este post, para mim certamente teria sido quando comecei. Não abordei todos os riscos, mas aqueles que penso ser os mais importantes para começar com o pé direito. E para quem já faz isto há algum tempo que sirva de lembrete.

Já sabem que se tiverem alguma questão podem colocar nos comentários aqui em baixo, no nosso Facebook e agora no nosso canal de YouTube. Façam gosto na nossa página e subscrevam o nosso canal para receberem os nossos novos podcasts!

Para a semana voltarei.

Até lá,

Z

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s