Diz-me com quem andas… Eu digo-te quando te vais reformar!

Na vida, quando estamos rodeados por pessoas que nos servem de bons exemplos, temos boas hipóteses de sermos melhores pessoas por isso. O mesmo é verdade para todos os aspetos da nossa vida, como por exemplo nos investimentos e gestão de dinheiro, e é precisamente sobre isso que pretendo dissertar.

Oiço muitas vezes que “Nós somos a média das 5 pessoas mais próximas na nossa vida”. Foi escrito por um senhor algures num qualquer livro sobre desenvolvimento pessoal e devo dizer que concordo com o que o senhor escreveu e penso conseguir comprovar (podem é ser mais que 5 pessoas). Certo é que nem sempre sabemos bem quão próximas são essas pessoas que nos influenciam nem em que é que essas pessoas nos influenciam. Dando um exemplo, uma pessoa que seja determinada em, digamos desporto, com a qual sentimos afinidade, pode servir de inspiração para sermos determinados e a tolerar sair da nossa zona de conforto no trabalho por exemplo.

Muitas vezes as pessoas que sentimos ser uma grande influência, podem até nem estar presentes. Podem estas pessoas ser youtubers, escritores de blogs *wink wink* e pessoas que estão a uma grande distância mas que se mantém contacto.

Para mim e para os investimentos certamente que é um caso misto de pessoas não presentes e presentes que não têm muito a ver com investimentos e que têm a ver com investimentos. Aquelas que têm a ver com investimentos é fácil ver quais são. Estou a falar dos meus colegas de armas X e W que todas as semanas apesar das suas vidas complicadas arranjam força e determinação para continuar a partilhar as suas experiências, os seus pensamentos e os seus objetivos no que à independência financeira e investimentos diz respeito.

Ter pessoas com quase a mesma linha de pensamento, promove crescimento, promove a troca de ideias e fomenta o apoio entre pares. Por isso meus caros, se me estão a ler, um grande bem haja e espero que nos reformemos cedo todos juntos!

Mas não é só indivíduos que escrevem e falam muito especificamente sobre dinheiro que ajudam na “luta” para a independência financeira. Termos amigos que, podem até nem perceber o porquê de fazermos isto ou como fazemos os nossos investimentos, ao menos entendam quando dizemos “vamos fazer qualquer coisa cá em casa porque não tenho dinheiro para gastar” ou, “bora a um museu este domingo de manhã porque é grátis” ou que entendam até que “não acho que faça para mim muito sentido gastar muito dinheiro em roupa”, ou até ainda que a conversa de café vá parar a macro-economia e o estado do mundo.

No que diz respeito a finanças e independência financeira, ter estas pessoas connosco é o nosso melhor investimento.

Mas não podemos querer só receber. Temos que ser nós próprios agentes de mudança para os outros. Influenciar positivamente a criatividade e o entendimento dos outros.

Pensar globalmente e agir localmente.

Não podemos  mudar o mundo e a forma como o dinheiro faz este planeta girar (tema longo para outro post) mas podemos entender como é que isso funciona, saber como utilizar essa informação para a nossa felicidade (em vez de alimentar o pânico) e espalhar a palavra.

Por isso carissim@s, partilhem que querem independência financeira, unam-se com amigos que vos vão apoiar e unam-se na vossa independência financeira, que chegam lá mais rápido e mais facilmente.

Para a semana estarei de volta.

Até lá,

Z

Não se esqueçam de nos seguir no Facebook e subscrever o nosso canal do YouTube para ouvirem os nossos podcasts!

2 opiniões sobre “Diz-me com quem andas… Eu digo-te quando te vais reformar!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s