O meu Portefólio de Acções- Out-19

Eis que chegou! Este semana vou partilhar contigo como é que invisto em acções e partilhar o meu portefólio. Se o tema despertou o teu interesse, vem daí!

Já partilhei aqui que andava a preparar uma coisinha nova. Uma nova forma de investimento para mim. Tenho andado a estudar um pouco do assunto e quero partilhar contigo as minhas descobertas e as minhas experiências nesta nova categoria de investimento:

Acções!

Mas não ando a fazer compras e vendas malucas! Nada disso! A minha abordagem é mais conservadora e tem mais parecenças com uma maratona do que com um sprint, ou mesmo um lançamento ao ar de uma moeda. Ou seja, não estou a jogar.

A minha forma de investimento na bolsa é o que se chama investimento para dividendos (dividend investing, no inglês) ou investimento de “renda” passiva.

Say what?

Essencialmente eu compro acções de empresas que vão gerando dinheiro extra e esse dinheiro extra é distribuído aos accionistas na forma de dividendos a cada trimestre. Se a escolha for bem feita, posso gozar de migalhinhas cada vez maiores para o resto da minha vida. Pelo menos é esse o objetivo.

Ok, e como é que isso se faz?

Em primeiro lugar preciso de uma corretora/plataforma, alguém que me permita fazer as compras de acções e que as guarde e as processe por mim. Comecei com a Degiro, que tem uma plataforma porreira e as comissões não são demasiado altas, mas agora o Revolut abriu uma plataforma de trading no mercado americano (o meu mercado de eleição) com comissões nulas (para o meu perfil de investidor). Se tiveres interesse sobre isto, vem falar comigo no fim das aulas! *wink wink*

Adiante. A partir de agora, conto 1 vez por mês fazer um update ao estado do meu portefólio de acções para que possas acompanhar a minha evolução a partir dos 0€. Acredito que pode ser uma oportunidade, tanto para ti como para mim, de aprender bastante sobre isto e dá-me também alguma responsabilidade sobre o que escrevo.

Em segundo lugar é preciso ter dinheiro! (capitão Óbvio) Não estou a falar de uma quantidade estúpida de dinheiro. O que quer que consigo pôr de parte, é para acções que esse dinheiro vai. Já vou com cerca de 3 meses disto é tenho quase 900 euros investidos. Tenho um plano de investimento utilizando o “pay yourself first” de cerca de 300€ mensais.

Em terceiro lugar, é preciso estudar! Informação people! É andar à procura de boas empresas, empresas com boas prespectivas, com bom histórico e com bons indicadores. Faço uma ressalva que isto não é igual para todos! O que para mim é bom, pode não o ser para ti. Para já escolho empresas que acredito no modelo de negócio que tenham, um yield (percentagem de pagamento em dividendo) acima de 2% e abaixo de 10%, que tenham um bom histórico de dividendos (num espaço de 10 anos) um bom valor de negócio por preço de acção (P/E ratio) e que tenham um pagamento de dividentos em relação ao dinheiro disponível da empresa abaixo de 80% (payout ratio). Também será importante na altura de compra da acção que o valor não esteja demasiado alto. Não queremos pagar demasiado por uma empresa não é verdade?!

Em quarto lugar, arranjar um mix de empresas que tenham uma representação em vários sectores de actividade: Energia, Saúde, Imobiliário, Produtos de consumo, Comunicações, Tecnologia, etc. para tornar o portefólio mais resistente a desgraças que atinjam um sector.

Em quinto, e último mas não menos importante, foco! Pois é, isto vai haver dias muito porreiros que vemos tudo a subir, mas tenho de me focar no objectivo a longo prazo. Estou nisto pelo constante fluxo de dividendos e não pelas flutuações de preços das acções. Vai haver alturas em que as acções vão cair 50 % (!) e tenho de estar tranquilo com isso e estar seguro das minhas escolhas. Isto não significa que tenho de ficar com as acções para o resto da vida! Claro que posso mexer aqui ou ali, mas a ideia é ter o mínimo de manutenção possível.

Portanto para já, este é o estado do meu portefólio (em USD):

portfolio out19

Na data de escrita deste post o meu portefólio vale 958,64 USD, valorizou cerca de 3,8% e já recebi 3,78 USD em dividendos. O valor de dividendos terá tendência a aumentar e irei reinvestir todos os cêntimos.

À medida que te for apresentando o portefólio todos os meses irei explicar o que cada campo significa e poderei falar no racional por trás de cada empresa que escolhi.

Full disclosure: Se quiseres seguir por esta via de investimento irás ter de experimentar por ti e gastar tempo se quiseres seguir esta estratégia. Será importante escolheres as tuas empresas com base no que te faz sentido e não por imitação do que eu faço aqui. Será necessário também ter muito estômago. Neste momento os mercados estão fortes, as coisas de uma forma geral estão (ainda) a subir. MAS! Consegues aguentar uma queda do valor das tuas acções para metade do seu valor? Se a resposta é não, então este investimento não é para ti, porque garanto que isto vai acontecer.

Espero que tenhas gostado desta partilha e caso tenhas questões, coloca-as à vontade, estamos aqui para partilhar a nossa escalada no conhecimento e na literacia financeira! Para a semana estou de volta.

Até lá,

Z

Não se esqueçam de nos seguir no Facebook e subscrever o nosso canal do YouTube para ouvirem os nossos podcasts!

4 opiniões sobre “O meu Portefólio de Acções- Out-19”

  1. Olá Z, comprei a minha primeira, e única para já, acção há 1 semana. Usei a Degiro, mas estando já a pensar para longo prazo, não pretendo colocar tudo numa mesma correctora ( se ainda conseguir poupar dinheiro com isso, melhor).
    Podes falar mais da Revolut? Obrigada

    Liked by 1 person

    1. Viva Patrícia! Obrigado pela partilha! Que tal a sensação de comprar a primeira acção? Para poupar em comissões a Revolut é uma ótima corretora. Tem algumas limitações (muitas para quem não investe nos US) e as comissões são gratuitas em 3 transacções por mês. Estou neste momento a usar mais a Revolut que a Degiro e irei fazer um post sobre isso! Fica atenta!

      Gostar

      1. Fico a aguardar!! A Degiro preocupa-me a questão da custódia das acções (tenho conta Basic) e do capital investido garantido, a longo prazo (com o aumento de património) pretendo encontrar outras soluções para diminuir o risco.

        Liked by 1 person

      2. Apenas posso dizer que as tuas acções ficaram seguras. A Degiro apenas guarda as tuas acções que estão em teu nome. Caso a Degiro vá à falência as tuas acções passam para outra corretora à tua escolha. Podes ter só de pagar as taxas de movimentação.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s