O Primeiro Passo…

Exactamente, o primeiro passo foi dado e aprtir daui será sempre em frente de cabeça erguida. W foi a uma primeira reunião para tentar obter um empréstimo bancário e o resultado foi o esperado….

Antes de mais nada meus caros queria informar-vos apenas que terça-feira passou a ser o dia de publicação de W. Doravante, por razões de conveniência, irei escrever-vos sempre à terça.

Tal como mencionei no título, o primeiro passo foi de facto dado. Na sua nova demanda de comprar casa no Luxemburgo W foi a semana passada à primeira reunião com o banco onde tem conta para ver qual a possibilidade de obter um empréstimo. Um pouco expectante mas com uma mente focada no objectivo final, W (e a “Sra.W” 😏) foi ouvir o que o banco teria a dizer.

Para vos ser honesto já tinha uma boa ideia de qual iria ser a resposta do banco visto que no meu dia a dia falo com muita gente e alguns até na mesma situação que eu. Isto permitiu-me recolher informações valiosas de cada um, bem como as suas perspectivas e dificuldades que encontraram.

NÃO“….Disse o lobo mau!

Pois é, o resultado final foi mesmo uma nega. Com elegância, mas uma nega ainda assim. Se formos justos eles até foram super prestáveis e tentaram abordar a situação de todos os ângulos possíveis e pondo todas as hípoteses em cima da mesa. Notei naquela reunião que o banco me queria mesmo ajudar e apesar de não reunir condições para executar o pedido de empréstimo, saí de lá com uma excelente sensação de que ninguém me estava a barrar o caminho e que até iria ter uma hípotese mais tarde. Mas isso será tema para um post vindouro, por agora passemos a coisas mais concretas…

Como resultado deste encontro surgiu uma simulação feita pelo banco onde estavam englobadas as despesas do mesmo, as ajudas que o estado dá para a compra de casa e uma sensção de motivação. Ok, a motivação não pode ser quantificada mas olhem que as ajudas do estado podem. E são muitas…..

tenor (1)

Os Números!

Para os mais analíticos deixo-vos aqui uma ideia daquilo que me apresentaram em termos de encargos e vantagens mas em formas numéricas.

A simulação que me foi feita consistia num empréstimo de cerca de 350.000€, que aqui no Lux representa uma pequena casa, quiçá um T1 a meia hora do centro da cidade e a 5 minutos de França. Os custos para um volume destes seriam então os seguintes:

 

1 – Custos de escritura: Neste ponto reside a maior despesa de todas, sendo que teria de pagar 4.500€ para passar a casa para meu nome. Cá para mim, não é um valor nada alto considerado o montante da casa. Mas isso sou eu….

2 – Custos de notário: Aqui começam as ajudas dadas pelo governo. Uma vez que se trata de uma primeira casa o estado oferece uma grande ajuda na compra da mesma. Como? Suportando a maior parte dos custos do notário. Visto que a simulação foi feita apenas para o meu ordenado, os custos de notariado seriam “só” 3.000€. Digo “só” porque apesar de ser um valor grande, iria pagar bem mais do dobro desse valor se não fosse a primeira casa. Ainda assim, se o empréstimo fosse calculado com o ordenado da “Sra.W” também estes custos reduziam para 100€. Obrigado estado, é muito generoso da tua parte…

2 – Custos de abertura de dossier: Como é lógico o banco tem imensa papelada para tratar e um processo para abrir, e tudo isso se paga. Totalizando uns “meros” 3.624€ num total de 350.000€, mais as depesas que falei anteriormente, ou seja, o banco cobrar-me-ia 1,01% do valor total mais despesas. Se as despesas do ponto anterior fossem reduzidas a 100€ este valor também iria diminuir.

Posto isto, a resposta do banco a toda esta situação iria ser um empréstimo a 30 anos, ou seja, a 360 meses, e com uma prestação 100€ mais cara do que aquilo que pago neste momento por uma casa arrendada. E se estão a perguntar se isto vale a pena o esforço, estejam atentos aos meus próximos posts pois irei revelar a minha pesquisa, vantagens e desvantagens de estar a meter-me num compromisso deste tamanho. Fiquem sintonizados!😉

Espero que esta informação seja útil para alguém, e quanto mais não seja ficam com uma ideia do que é cobrado no Luxemburgo em termos de despesas e comissões para valores tão elevados.

Um grande bem haja e até ao meu regresso,

Mr. W

Um pensamento em “O Primeiro Passo…”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s