Raio X – Especial Petróleo – Update Março 2020

oilspill_75403738_w1024-post

Num artigo recente expliquei o raciocínio por de trás de achar que estamos num bom momento para investir em petróleo, onde, desde então tenho investido regularmente.

Os resultados não têm sido os melhores no prazo de pouco mais de um mês depois, tendo o petróleo caído mais de 50% desde o seu topo mais recente, sendo que os meus investimentos na área se encontram a sul dos 20% negativos

Contra a intuição, hoje quero vos dizer porque é tudo isto são óptimas notícias.

Comecemos por revisitar os tópicos que avancei no artigo Raio X – Analise ao mercado de matérias primas – Especial Petróleo e vejamos se ainda fazem sentido.

Creio que todo o raciocínio por detrás do Everything Buble se mantém actual, sendo que a actual queda generalizada dos mercados pode estar a insuflar ou mesmo rebentar (culpa ou não do COVID-19). Este cair dos mercados acaba por causar medo de uma recessão, o que diminui a procura por Commodities (Matérias Primas), mantendo o spread entre o índice das matérias primas e do S&P 500, sendo que só poderemos confirmar/desmentir se a aposta em Matérias Primas foi boa, com o passar do tempo*.

Relativamente à nossa prezada Greta Thunberg, que entretanto tem andado desaparecida, todavia deixando o seu plano em marcha visto que o mundo em geral continua a caminhar para o “lado verde da força”, com governos a continuar a apostar nesse sentido.

A discussão começa a ficar interessante quando consideramos os últimos desenvolvimentos (ou falta deles) das últimas reuniões da OPEC – A Mafia do Petróleo com a Rússia**, onde resumidamente a primeira queria cortar a produção para aumentar os preços, mas a segunda recusou, tendo feito com que a Arábia Saudita (cabecilha da OPEC) iniciasse uma guerra de preços afundando a cotação do Brent em mais de 30% para perto dos $30 por barril, logo ao abrir dos mercados desta segunda-feira (09/03/19). *** O Jornal de Negocios lançou recentemente um bom artigo que relata o que se passou.

Nunca pensei que a previsão que avancei no artigo anterior se fosse concretizar tão rapidamente, nem por estas razões. Se não se lembram, reavivem a memória abaixo.

Uma breve teoria da conspiração

Em tom de teoria da conspiração, poderemos pensar que caso a OPEC opte pela abordagem oposta e aumentar a oferta, o preço do petróleo irá consequentemente baixar, o que poderá remover a generalidade do Shale Oil da equação, reduzindo de uma forma mais permanente a oferta, causando o aumento do preço do petróleo. Podendo a OPEC voltar a aumentar os preços posteriormente.

Vulgo: Dumping

Tal como a bola de cristal de X avançou, a estratégia actual da Arábia Saudita (que a OPEC) deve seguir passa por aumentar a oferta (beneficiando dos mais baixos preços de produção de petróleo a nível mundial), afundando os preços (mission acomplished) com o objectivo de retirar quota de mercado à Rússia (roubar lhe clientes) de modo a mais tarde conseguir o seu apoio nos cortes de produção, causando o aumento dos preços posteriormente.

1395113009511598910039464

No meio desta guerra, as petroleiras Shale Oil acabam por ser atingidas no fogo cruzado, podendo sofrer danos colaterais**** com a queda dos preços para valores a baixo dos seus custos de produção. No meu artigo anterior avancei:

Caso o preço do petróleo continue a baixar (especialmente se for a baixo dos $50) (…), a generalidade desta industria do Shale Oil ficará sob elevada pressão, e, ou o governo intervém e resgata/subsidia  estas empresas (importantíssimas a nível económico e geo-politico) ou iremos de facto assistir a falências, redução na oferta de petróleo e consequente aumento dos preços.

Devido à importância destas empresas para os Estados Unidos, creio que o Uncle Sam será o “anjo da guarda” que as Shale Oil necessitam, reforçando os seus Susbsidios a estas petroleiras.


Creio que o todo o raciocínio por de trás do artigo Raio X – Analise ao mercado de matérias primas – Especial Petróleo se encontra valido, sendo que apesar de ter falhado a previsão do preço  (abaixo), continuo convicto de que nenhum dos intervenientes tem interesse em que os preços se mantenham tão baixos no longo prazo.

(…) creio que seja extremamente improvável o preço por barril baixar dos $50, porque os EUA não têm qualquer interesse nesse cenário, aliado ao facto da OPEC + Russia querer o preço do petróleo virtualmente tão alto quanto possível, para maximizarem os seus lucros, visto terem tão baixos custos de produção.


Para fechar creio que os dois pontos (já mencionados anteriormente) mais importantes a reter, se quisermos investir em petróleo no longo prazo são:

1

main-qimg-cc672171c802cb7ca93e0879f33eaac2

e

2

85% da energia gerada no mundo ainda vem da combustão de hidrocarbonetos.

Atualização do meu “Petro-folio”

A 09/03/2020 encontro me com as seguintes posições:

  • BP -37%
  • RDSB (Shell) -32%
  • BHB Billiton -28%
  • CVX (Chevron) -22%
  • XOM (Exxon Mobil) -28%

Como podem ver estou negativo, e bem negativo! Mas creio estarmos perto do fundo, sendo uma boa altura para começar a investir, especialmente se o fizermos de forma regular (eu invisto mensalmente) de forma a suavizar os altos e baixos do muito curto prazo.

Pessoalmente, vou continuar a investir em petróleo, mais do que nunca face a estas recentes quedas!

Bons investimentos,

X


surprised-senior-man-looking-birthday-260nw-139869586

PS. Caríssimos, não quero terminar este artigo sem mencionar o seu numero: 100

Este é o meu centésimo artigo! Chegamos aos 100!!! Parabéns X, parabéns WXZ Invest!

Celebremos então com quedas nos mercados do petróleo abrindo a época de saldos!


 

*A ter que apostar, eu diria que as Matérias Primas e o S&P 500 irão cair mais ou menos a par, e aquando de uma recuperação económica, veremos o Boom das S&P 500.

**A Rússia, não fazendo parte da OPEC, regra geral apoia e embarca nas decisões da mesma, visto regra geral terem objectivos comuns: aumentar o preço do petróleo.

***Entretanto com o avançar do dia, os preços tem recuperado.

****Podemos sempre considerar e sem grandes surpresas que esta jogada por parte da Arábia Saudita/OPEC pode ter a ambição de matar dois coelhos com uma cajadada, retirando quota de mercado à Rússia, ganhando mais poder negocial; E ao mesmo tempo colocar uma pressão brutal aos produtores de petróleo Shale Oil através de preços de mercado a baixo dos preços de produção, forcando-os a abandonar o mercado (ou a ser salvos por subsidios do estado Americano).

 

 

Publicado por

Senhor X

Mais uma pessoa aleatória a tentar vingar na vida, ambicionando a independência financeira o quanto antes!

Um pensamento em “Raio X – Especial Petróleo – Update Março 2020”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s