Quando a coisa não corre bem – Plano B

Já te perguntaste certamente que se tudo correr mal, “o que vou fazer?!” Quero por isso partilhar algumas ideias e pensamentos sobre o tema que respondem a essa pergunta que eu próprio me faço.

Desemprego… Crise Económica… Pagar contas… Mudanças de estilo de vida…

Tudo coisas que, depois dos movimentos de solidariedade e concertos pelo instagram e preocupações com o ginásio em casa, nos estão a começar a aparecer na mente. O que fazer se se estou layoff? Se for Despedid@? Se os meus investimentos forem à vida?

Quem não pensou nisto anda a dormir, ou não tem as preocupações necessárias para este blog!

Se estás nesta ultima categoria, por favor contacta-me que eu quero fazer o mesmo que tu estás a fazer.

Se estás na primeira categoria, anda daí que está na hora de acordar!

Mas antes disso quero convidar-te a ver o nosso canal no YouTube em que vamos abordando assuntos deste género e outros, quiçá! Subscreve!

Como já deves saber, o nosso período de quarentena está para acabar. Muito por necessidade de as atividades económicas terem a necessidade de voltar a gerar o capital necessário para sustentar a economia do país que, vamos ser honestos, não aguenta muito mais. Os subsidios e os apoios que o estado providenciou (com falahas) às empresas e empresários não dá para sempre e é preciso voltar a receber grandes quantidades de impostos.

Com certeza há muita gente que está ansiosa para voltar à vida “normal”, mas será tudo excepto isso mesmo. E estou neste momento a pensar numa área que tem uma boa fatia da nossa massa trabalhadora, o turismo!

Não são os únicos, mas quero utilizar esta área para exemplificar.

(Ainda temos as imobiliárias, os rent-a-car, restauração, gestão de alojamento local, e coisas que vão demorar algum tempo a ver o volume de negócios voltar ao normal)

Com o medo que as pessoas têm de viajar, estas áreas vão sofrer um bocado até que a imunidade de grupo seja atingida, ou uma vacina apareça e seja administrada. Vamos ver muitas pessoas a lidar com uma situação de desemprego ou ainda maior precariedade.

A estas pessoas eu digo: Tudo vai ficar bem!

Calma, isto não é otimismo desmesurado, mas também vai depender do esforço que cada um está disposto a fazer. Se nos segues há algum tempo, sabes bem que se és uma pessoa poupada e tenhas vivido a baixo das tuas possibilidades, estás melhor que a maioria. E neste caso um desemprego, para já não será o fim da tua vida e conseguirás aguentar-te um pouco com o subsidio de desemprego enquanto as coisas “se resolvem”.

Se por outro lado não tens essas poupanças, então está na altura de investires!

Não resisti a deixar esta frase contraditória. Mas tem muito que se lhe diga. Não estou a dizer que vais despejar o teu dinheiro em bolsa ou bitcoin! Estou a dizer que agora vale a pena investir o que tens:

Tempo!

Tempo em mudar alguns hábitos de vida que te levaram a não ter a capacidade de poupar. Andas numa roda viva de ganhar e gastar? Avalia se isso faz sentido na tua vida e usa os muitos artigos neste blog com sugestões para poupar! Reduz os teus custos de vida, porque agora é fun-da-men-tal!

Tempo a perceber o que fazes bem e tens talento para talvez ganhares alguns “trocos” com isso. Quem sabe não és espetacular a costurar?! Faz mascaras faciais, abre uma loja no facebook e vende a PREÇOS COMPETITIVOS. Fazes um pão de fermentação natural tremendo? Faz entregas porta a porta já! Tens ideias de negócios que nunca tiveste tempo para arrancar? Aproveita! Tens jeito para uma disciplina qualquer no ensino corrente? Dá explicações, que o nosso ensino bem precisa! etc…

Tempo em formação, em aprenderes algo novo que poderás usar num novo tipo de mercado de trabalho que nos encontramos agora e vamos continuar a ter daqui para a frente. Formação de formadores, Programação, Costumer service, Design, etc. Aqui o céu é o limite e coisas que não precisem de contacto direto com pessoas vão ser as áreas mais resistentes neste período.

Não baixes os braços, e tem noção que um dia voltaremos ao que estávamos antes desta pandemia e por ventura ainda melhor! Só temos de navegar por estas águas tortuosas para sairmos melhor do outro lado.

Estamos na luta!

Não vou dizer que estamos todos no mesmo barco, mas certamente estamos todos no mesmo oceano, à vista uns dos outros.

Par a semana há mais.

Até lá,

Z

Um pensamento em “Quando a coisa não corre bem – Plano B”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s