“Ganha dinheiro de forma fácil e rápida!” – Confissões de um Nabo

Este poderá ser o resumo de muitos anúncios de Youtube e de pop-ups por essa internet fora. Mas a realidade é muito mais complicada que isso. E já que os últimos temas no blog têm sido de cautela, deixo aqui a minha confissão de nabiçe em tempos idos.

Ultimamente tem havido cada vez mais histórias de pessoas que andam a ganhar imenso dinheiro na bolsa. Malta do Forex nas redes sociais a vender cursos de “ganhar dinheiro fácil”. Anúncios de investimento em petróleo. Grupos do Reddit em que o pessoal publica lucros rápidos. “Comprem acções da Tesla”, etc etc etc.

Somos constantemente bombardeados com exemplos de vidas melhores que a nossa e nós também queremos isso!

Quem não quer!?

Eu certamente que quero. E isto não é uma coisa do agora, não. Eu próprio já me senti tentado e isto já me aconteceu 2 vezes. Uma mesmo antes de a crise de 2008 bater e outra vez à cerca de 6 anos atrás. E como parece que a coisa está aí a chegar, vou partilhar as minhas experiências que resultaram em nabiçe máxima e um carteira mais vazia.

Antes de mergulhar na minha experiência, dá uma espreitadela ao nosso canal no YouTube em que partilhamos as nossas histórias em bom ambiente! Subscreve!

A minha história de nabiçe começa nos inícios dos meus tempo de faculdade. Jovem de 17 anos, a explorar o mundo e a ter responsabilidade pelo meu próprio dinheiro, decidi tentar fazer dinheiro do ar! Pôr o meu dinheiro a trabalhar por mim! Na altura não fazia ideia de lhe chamar assim e pouco sabia o que estava exatamente a fazer. Sabia sim que podia comprar acções, e ao vendê-las mais altas ganhava dinheiro da diferença. Tudo muito lindo, mas (!) foi aí que tive o contacto com as famosas COMISSÕES e os seus amigos IMPOSTOS de SELO. Não havia Revolut e o meu banco na altura até funcionava bem. A minha estratégia era ir a medo, assim que via que a valorização era de 10 euros, vendia.

Lucros de meia hora assim, não está mau!

Pensava eu… e vinham as comissões. 7€ a comprar, 7€ a vender mais os selos. No que eu pensava ser lucro, era prejuízo.

Modifiquei a estratégia e já contabilizava estes valores. Era sempre o mesmo, 10€ e estava despachado! Deu para fazer isto umas quantas vezes.

Olhando para trás percebo que não fazia a minima ideia do que estava a fazer. Não fazia grandes análises, não olhava muito para gráficos, tinha sorte, estava a ganhar dinheiro. Era o REI! passado uns meses disto veio a crise financeira de 2008 e o que eu tinha ganho, foi por agua a baixo (creio que fiquei com um lucro de 20€ no fim das contas todas feitas). Desanimei e larguei a bolsa.

Grande erro!! se eu soubesse o que sei hoje…

Mas não sabia e estava mal informado.

Passado uns anos, por volta de 2015 o bixo dos investimento bateu à porta. Já empregado, com algum dinheiro no bolso e com uma vontade de por o dinheiro a trabalhar, inspirado por um amigo, começo à procura de rentabilizar o dinheiro que tenho (foi por essa altura que li o Rich Dad Poor Dad). E encontro a Raize. Transfiro para lá uma boa parte do dinheiro que tinha, vejo a conta a aumentar… Tudo certo!

Estava decidido a fazer melhor desta vez!

E consegui por um tempo! Deixei a Raize fazer a coisa dela e estava satisfeito. O que é que aconteceu? Todo um conjunto de fatores que levaram estes olhinhos a brilhar pelo lucro fácil novamente, qual satanás! Os algoritmos de publicidade e conteúdos do Youtube empurram-me para canais com malta a mostrar as grandes casas e carros! E o que é que eles faziam?

Day Trading!

Explicavam os conceitos, mostravam trades, mostravam os lucros, etc. E eu a pensar: Calma Z isto tem que se lhe diga, não pode ser tão fácil porque senão eramos todos ricos!

E quando já estava mais calmo, eis que chegam esses indivíduos, que todos temos (a piscar o olho a W): os COLEGAS DE TRABALHO. Malta que tb sem grandes análises técnicas mostram lucros diários de 200 e 1000€ e que começam a “jogar na bolsa” só porque sim e têm uma grande sorte!

Perco a cabeça e penso: “É que é Já!”

Abro conta num banco para apanhar aquelas empresas pequeninas nos US que têm oscilações de 100% ao dia e espeto 2000€ na brincadeira…

Resumindo: passou-se um mês e perdi 500€ em 2 transações!

Fico a saber também que esse meu colega tem flutuações igualmente violentas, mas ao menos parecia ter mais sorte que eu. E era isso mesmo! SORTE.

Nestes 2 episódios aprendi que não podes prever o mercado (ou o futuro), é certo, mas podes limitar os teus riscos com INFORMAÇÃO e uma boa gestão do risco. Por essa razão é que há muita gente que acaba por perder muito dinheiro com estas brincadeiras. Por outro lado também temos os esquemas de burla de Forex e de ganhar dinheiro rápido, porque apela a coisas muito básicas e Humanas: ganância e preguiça.

Quero só deixar uma nota final: Nem tudo o que é Forex é mau, nem tudo o que é trading é mau. A minha ideia com isto é alertar para esquemas que existem e pessoas muito mal intencionadas existem em todo o lado. Façam bem as vossas pesquisas e não invistam sem perceber onde estão a meter o vosso dinheiro.

Espero que esta partilha tenha sido útil e cá vos espero para a semana!

Até lá,

Z

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s