A falácia do Valor Perdido

Admite, já te agarraste a coisas porque “posso precisar um dia”. Admite! Admite também que estás a agarrar-te a esse investimento porque “um dia pode valer dinheiro outra  vez”! Até pode! Mas não vai…

Nós temos tendência a agarrar-nos a coisas e (para o propósito do Blog) a investimentos que já não valem muito, só na esperança de ver utilidade, ou valor, ressurgir uma vez mais e podermos dizer que valeu a pena manter esses investimentos/coisas.

Os seres humanos têm uma enorme dificuldade de largar coisas quando já investiram tempo e/ou dinheiro nelas, sempre com a mentalidade de “já que vim até aqui, vou ver no que dá”.

Nada poderia estar mais errado!

Principalmente no que a investimentos diz respeito. E claro, muito menos quando a análise do futuro valor de um investimento é só porque já esteve mais alto e sem outra qualquer análise.

Isto tem um nome: A falácia do valor perdido. Ou em inglês “sunk cost falacy”

Falácia do valor perdido (custos irrecuperáveis em alguma literatura) é um viés que faz com que o investidor apegue-se a perdas que já ocorreram, permanecendo à espera de uma recuperação que pode não acontecer. Com isto habilita-se a ter prejuízos ainda maiores, ao invés de “realizar” os seus prejuízos e mudar para outra aplicação mais rentável. Essencialmente ignoras uma análise séria e fundamentada aos teus investimentos no que diz respeito ao valor futuro que o investimento pode ter.

Vou dar um exemplo:

Imagina que compraste ações de uma empresa que só fazia cassetes numa altura que as cassetes estavam em altas. Com o aparecimento do DVD, o medo invadiu os mercados de cassetes e mesmo sem as vendas abrandarem logo, muita gente vendeu as suas acções menos tu. Os preços vieram por aí a baixo e tu pensas: “bem isto está tão baixo que não vale a pena vender agora, vou mas é esperar para ver se as ações das cassetes voltam a subir”. Na realidade o que devias ter feito era vender as acções das cassetes e utilizar esse dinheiro para coisas mais rentáveis porque naquele momento cassetes não tinham futuro. Se eventualmente pusesses o pouco que tinhas das cassetes em empresas de DVDs terias melhores resultados e perdias menos dinheiro ou até mais que recuperavas.

É dificil lidar com estas situações e não só nos investimentos mas também no dia-a-dia. Acontece-nos a toda a hora! Sais de casa, fazes uma viagem de 30 min no meio do transito para ir a um sitio que afinal está fechado, pensas: “já que vim aqui parar vou fazer x ou y que nem me apetece muito”. Podias ter é ido para casa e poupado dinheiro (Claro!) E esta conversa serve para quê?

Para lembrar que ás vezes mais vale cortar as tuas perdas em vez de continuar a desperdiçar dinheiro e oportunidades de negócio.

E neste momento é mesmo com isso que me deparo. Na bolsa, para já há empresas que não recuperam por nada e estão a ser muito castigadas por isso. Para ajudar são também empresas que deixaram de pagar dividendos.

Agora o que faço?

Vendo com prejuízo e meto o dinheiro em empresas que aguentaram a pressão e continuam a dar dividendos? Ou aguento até rachar ou eventualmente a coisa recuperar?

A análise futura que faço vejo as empresas a recuperar no longo prazo (alguns anos) e até voltar a dar dividendos, mas o valor objetivo poderá nunca atingir o preço a que comprei as acções.

O que tu achas? Dá-me a tua opinião nos comentários em baixo ou no nosso Facebook!

Para a semana há mais.

Até lá,

Z

4 opiniões sobre “A falácia do Valor Perdido”

  1. Credo!!! Como me identifico até dói.. Pois então weed cerca 100€ toda a gente disse era moda o k tenho 1 ação aurora 2 tilray e 1 canopy.. Com o corte dividendos cerca 50 acoes da Ford.. Medo!! Sera algum dia recupera.. Pront a fundo perdido vender não vendo.. Vamos aguardar..

    Liked by 1 person

    1. Essa é a grande Questão! Vês validade neste momento para as tuas acções? Ou seja, têm espaço real para crescer e valorizar? Se não, o melhor é trocar por algo que vejas mais validade e “up-side”. 😉

      Gostar

  2. Acho que todos nos colocamos essa pergunta e seja que acção tomar-mos pode estar errada. Daí o importante é saber onde investimos e porque la investimos. Mas as duvidas vêm sempre… ai o meu petróleo!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s